thedream

Que pallet foi esse?

Esta Globo Golpista perdeu todos os limites! Ora, como se não bastasse ter participado do complô constitucional contra Dilmãe, ter divulgado coisas que os amigos de Lula fizeram e ter transmitido durante anos o Luciano Hulk, que só ajuda pobre depois de humilhá-los, agora eles inventaram um programa antirrevolucionário chamado “É de casa”.

Veja a afronta! No último fim de semana, eu resolvi ir à academia, em pleno sábado. Após um breve alongamento (que, desde que fiz 30 anos, consiste em tentar colocar a ponta dos meus dedos na minha cintura), fui ao elíptico (uma espécie de esteira, na qual você também caminha com a mão), que fica em frente a uma TV.

E não foram nem precisos 10 minutos (já que eu cansei com 8) para perceber a mensagem desestruturadora capitalista que estava sendo propagada para dentro dos lares brasileiros. No programa, Zeca Camargo montava uma escrivaninha de pallet (vulgo aquele pau que fica embaixo da cama).

Enquanto me exercitava, fui googleando a lista de materiais que seriam necessários: o pallet propriamente dito (que custava entre R$69,90 e R$225,00), o verniz para madeira (25,00 golpinhos), a lixa para madeira (1,00 golpinho), a tinta para madeira (27,00 golpinhos), o spray de tinta (29,00 golpinhos), a furadeira (94,00 golpinhos), a tábua aplainada para computador (140,00 golpinhos)… E, além desses, eu teria que pagar o cachê do Zeca Camargo, para explicar novamente como construir aquele troço, já que eu não entendi (o que deve dar mais uns 3.000,00 golpes).

Ora, não precisamos nem ser alunos de exatas para saber como isso vai dar caro! Mesmo que não contratemos o Zeca, dará mais de 500 golpinhos! E, como o Zeca não vai ajudar, ficará errado no fim, pois tudo que vemos na Globo e tentamos fazer em casa sem seus apresentadores dá errado (eu sei, já tentei dar de presente para minha mãe um vaso de argila que a Angélica ensinou e acabei fazendo uma espécie de totem demoníaco do capiroto alado… e foi a Angélica que mostrou como fazia, não a Xuxa!).

Mas pense comigo: 500 golpinhos para construir uma escrivaninha? E quanto custa uma escrivaninha nova? Mais uma vez usei o sistema anticapitalista Google… e fiquei chocado: você acha algumas delas por menos de R$234,00! E já vem com estante de livros embutida! E é tão bonita que, provavelmente, deve ter sido feita pelo próprio Zeca Camargo.

Quando vi aquilo, reduzi mais ainda a velocidade do elíptico para refletir sobre os fatos. Em um primeiro momento, fiquei satisfeito! Acreditei que a emissora estava desmoronando internamente o próprio capitalismo, ao ensinar burgueses a fazer escrivaninhas, que, no final de contas, ficarão mais caras do que se comprassem uma já feita… Se o sistema capitalista não entrasse em colapso com isso, não sei como entraria.

Entretanto, após refletir mais um pouco, percebi que a Globo é como o Latino em programa dominical: quando você acha que a situação está ruim, ele vai lá e torna tudo pior.

Entendi o plano da emissora: ela nos ensina a montar escrivaninhas caras para que não precisemos comprar escrivaninhas baratas! E todo mundo sabe que, se é barata, é da República Popular da China.

Quando esta ideia veio a minha mente, sai correndo da academia, sem nem ter tempo de desligar o elíptico (que deve estar ligado até hoje, já que, desde a década de 90, ninguém, além de mim, se exercita neste aparelho). Cheguei em casa esbaforido e fiquei apertando F5 até o GloboPlay atualizar e permitir que eu baixasse todo o programa “É de casa”. E me choquei com os demais quadros transmitidos! Além da escrivaninha, eles tinham ensinado a decorar pratos com guardanapos, improvisar uma luminária de lata de leite em pó e usar utensílios de cozinha para se maquiar.

Veja como o golpe foi certeiro: em um dia (apenas em um dia!) a Globo ensinou a classe burguesa brasileira a produzir 50% das coisas mais vendidas na maior franquia chinesa da atualidade: a “Loja de R$1,99”.

Por isso, meus companheiros, não se percam vendo este programa lastimável. O Latino aparece de onde menos esperamos. Se pararmos de comprar coisas da China para fazermos em nossa casa, simplesmente estaremos indo contra o único lugar do mundo em que o nosso movimento comunista deu certo: no capitalismo chinês…